O que é ter um corpo perfeito afinal?

O que é ter um corpo perfeito afinal?

É comum ouvirmos por aí que uma das maiores conquistas do homem foi a sua liberdade. Será? Vivemos numa sociedade onde, sim, temos liberdade de ir e vir e de nos expressar. No entanto, vivemos a era da ditadura da beleza que destrói e oprime a autoestima do ser humano, ou seja, uma verdadeira tirania psíquica.

Vemos nas academias as pessoas enlouquecidas atrás de um corpo perfeito, praticando atividade de forma exagerada e sem orientação de um profissional que prescreva exercícios adequados e respeite a individualidade de cada um, com base no triângulo: avaliação, orientação e motivação.

Manter o corpo em movimento deveria ser um hábito diário assim como escovar os dentes, com objetivo de mantê-lo forte e flexível, despertando a sensação de bem estar
e equilíbrio, tão importantes para nossa saúde. No entanto, o que vemos são as pessoas buscando no exercício a forma de atingir um padrão corporal distorcido e doentio, denominado como Síndrome PIB (Padrão Inatingível de Beleza).

Como consequência, não é raro pessoas deixarem de frequentar determinados lugares públicos por sentirem-se excluídas e rejeitadas em função de sua baixa autoestima. Sem falar dos transtornos alimentares que levam as pessoas ao extremo de bloquear o apetite devido à intensa rejeição por sua imagem corporal.

O momento de parar e pensar é agora. Fazer uma revolução consciente em nossas mentes para avaliar por onde caminham nossos pensamentos e atitudes com relação à aceitação do nosso corpo e cuidado com ele. Quais são os valores e prioridades quando falamos de equilíbrio e qualidade de vida? Será que sabemos usufruir da tão preciosa liberdade para buscar o que nos dá prazer e nos faz feliz? Um bom caminho é movimentar-se. Descobrir o exercício que dê ao corpo a capacidade de respirar, sorrir e bem viver. Isso sim é liberdade.

* Rafaela Tabalipa, educadora física, especialista em Fisiologia do Exercício e Acupuntura e proprietária da Twit Academia

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Top